17/01/2017

O Delator - Tess Gerritsen [Resenha]

Livro: O Delator
Autor(a): Tess Gerritsen
Páginas: 320
Editora: Harlequin Books


Em uma noite chuvosa, no meio da estrada, um estranho fugindo de assassinos surge bem na frente do carro de Cathy Weaver. O comportamento delirante de Victor Holland dava a entender que se tratava de um homem à beira da loucura. Mas sua afirmação de que estava sendo perseguido poderia ser atestada pelo temor no olhar e pela bala cravada no ombro. À medida que as horas passam e os perseguidores se aproximam, Cathy não consegue evitar um único pensamento; ela estaria ajudando uma pessoa em perigo ou colocando sua vida nas mãos de um homem perigoso?

O Delator é um dos primeiros livros de Tess Gerritsen. E também, é o primeiro livro que leio da autora, por isso, não posso compara-lo com outras obras dela, mas posso dizer o quanto a leitura é agradável e fluída!

Tudo começa em uma noite chuvosa onde Victor está fugindo de seu perseguidor, alguém que no começo não podemos identificar quem é, e nem que motivos ele tem para isso, só sabemos que essa pessoa precisa mata-lo. Victor, desesperado, corre para o meio da estrada na esperança de que um carro que se encontra prestes a passar por ali, o ajude. E no meio dessa adrenalina toda, a nossa mocinha do livro entra em cena.

Catherine Weaver tem 37 anos. Ela não tem mais marido, nem mesmo um namorado fixo. É uma mulher que sofreu muito enquanto estava casada, tudo isso por conta do egoísmo, exigências e a infidelidade de Jack, seu ex-marido. Havia muitas coisas que Cathy era capaz de perdoar Jack, mas jamais poderia perdoá-lo por negar-lhe a chance de ter um filho. Ela estivera sempre esperando a hora certa, contudo, durante seus dez anos de casamento, a "hora certa" de ter um filho, nunca chegará para Jack.
Tenho 37 anos, pensou. Não tenho mais marido. Nem mesmo tenho um namorado fixo. Mas ficaria satisfeita se pudesse ter um filho em meus braços. 
Apesar de tudo o que ela já passou, não podemos definir Catherine como "forte, madura e corajosa". Ela é apenas uma mulher que apresenta uma forte necessidade em acreditar em tudo o que as pessoas dizem para não tornar sua vida complicada o bastante. 

Naquela noite chuvosa, Catherine estava a caminho de visitar uma amiga quando atropela um homem no meio da estrada. Quando se derá conta do que tinha acabado de fazer, Cathy desce do carro determinada a levar o sujeito para o hospital. Mas o que ela não sabia era que o sujeito, antes do atropelamento, estava fugindo para não ser morto. E que depois de ajudar aquele homem, passará também a ser o alvo do assassino/perseguidor.

O livro se torna cheio de cenas de ação, fugas e principalmente do romance entre Cathy e Victor. Para salvar a sua própria vida, Cathy terá que acreditar que Victor está dizendo a verdade sobre o motivo de seu rosto estar em todos os noticiários na TV, e o FBI e a NSA estar o perseguindo com tanto afinco. Ela terá que acreditar que aquele homem é mesmo inocente como se diz ser, afinal, se não acreditar estará sozinha, ainda mais agora que se tornou um alvo. Juntos, eles se envolvem em uma longa jornada para provar a inocência de Victor enquanto estão sendo caçados.

Em meio a tudo isso, o romance entre Victor e Cathy floresce, mas não posso dizer que se tornam um casal apaixonante. Eles se mostram atraídos um pelo outro, mas Victor ainda não esqueceu sua falecida mulher, e a cada momento em que Cathy tenta se aproximar, ele insiste em dizer o quanto a falecida era uma mulher bondosa e que nenhuma outra mulher seria capaz de ser igual a ela. Assim, acabando por magoar Cathy, que já é uma mulher bastante frágil: A típica personagem em que precisa ser salva e não a que pode se salvar. Será que o romance entre eles vai para frente?

Durante a leitura não houve algo que me incomodasse. O livro seguiu como deveria ser seguido, sem grandes surpresas, mas mesmo assim, uma leitura bastante fluída que não me permitiu largar o livro enquanto eu não o terminasse. A capa é bastante simples, mas um tanto misteriosa, condiz perfeitamente com as primeiras cenas do livro. Vale a pena conferir!  

30 comentários:

  1. Uau que capa misteriosa,gosto muito desse estilo literário,já quero ler \o/
    Muitos beijos e abraços ❥
    https://ummimoso.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia, aparenta ser maravilhoso.
    Ótima resenha.
    Beijos.
    http://vinteedoisdemaio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. I love harlequin novels.. Started reading them when i was much younger.
    Would you like to follow each other on GFC?
    Please let me know on my blog and I will follow back as soon as possible!

    Glowyshoes's blog

    My Facebook

    Instagram

    ResponderExcluir
  4. Oie
    Achei o enredo curioso e instigante. Parece ser uma boa história.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Babi. Apesar de não gostar do gênero, eu adoraria ler o livro porque me passa uma premissa madura, mesmo que a ideia seja bastante clichê. Gostei da capa!
    Beijo, Leitora Encantada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também achei a ideia clichê, o bom é que o livro consegue prender a atenção! Beijos Miriã <3

      Excluir
  6. As primeiras páginas são cheias de adrenalina, hein? O desenrolar do livro deve ser muito bom!

    Bjinhos,
    ❥ AmigaDelicada.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, Babi! Tudo bem? Não conhecia o livro e confesso que ele não despertou tanto a minha atenção, sabe? Mas gostei da resenha.

    Abraço

    https://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi, Babi.
    A capa do livro é linda, mas não faz meu tipo.
    Mas que bom que você curtiu.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
  9. Minha nossa, a sua resenha me deixou louca para ler esse livro, já tinha ouvido falar dele, é o tipo de livro que prende minha atenção.

    Born in 1996

    ResponderExcluir
  10. Só a capa já me conquista!!
    amei a resenha, já quero lê ♥
    beijos
    http://www.tatycamposblog.com/

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?
    Não conhecia a autora e nem as suas obras, mas gostei bastante da resenha!
    A história parece ser simples, mas legal.
    Beijos e seguindo aqui!

    Http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Babi!

    Ótima resenha. Eu fiquei com a impressão de conhecer essa autora, pensei até que minha mãe poderia ter algum livro dela aqui em casa, mas acho que não. Esse é o tipo de leitura que minha mãe adora, vou indicar para ela.

    beijos
    Psicose da Nina | Instagram

    ResponderExcluir
  13. Oi, Babi!
    Eu dava era um pé na bunda desse Victor que só fica de comparação com a mulher falecida. OK que ele ainda sofre, mas também magoa a Cathy né?
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  14. Oi, Babi!
    Gosto muito do gênero, então daria uma chance pela parte policial da coisa. O romance também não me cativou, mesmo lendo só a resenha.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é fato, eu também li mais pela parte policial rsrs Mas o livro até que foi bom.
      Beijos!

      Excluir
  15. Oii Babi

    Ainda não li nada da Tess, mas tenho muita vontade de embarcar em uma de suas histórias, só ouço elogios sobre a autora.

    Beijokas

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Embarque nas histórias da Tess sim! Quem sabe você gosta? Beijos!!

      Excluir